Você já ouviu falar em blefarite? Aprenda mais sobre essa patologia!

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

blefarite

Cuidar da saúde dos olhos é muito importante não apenas para sempre ter uma visão adequada, mas também para ter qualidade de vida. Alguns problemas não causam riscos à visão por si só, mas geram incômodos e podem desencadear outros problemas.

Um desses quadros é o de blefarite, que é relativamente comum, mas que nem sempre recebe a atenção necessária. Para saber como identificar essa patologia, continue lendo e veja a seguir tudo sobre o assunto.

O que é a blefarite?

A blefarite é uma inflamação que acomete a região das pálpebras, levando à vermelhidão e coceira do local.

Normalmente, a essa inflamação acontece bem rente à raiz dos cílios, causando incômodo. Nesse caso, ela é chamada de anterior. Já a posterior acontece na parte de trás da pálpebra, onde há o contato com o globo ocular.

Embora cause um desconforto enquanto existe, ela não gera danos permanentes para a visão. Mesmo assim, deve ser tratada de maneira adequada para que haja qualidade de vida.

Quais são os sintomas?

Um dos sintomas mais comuns é a vermelhidão na região e a sensação de coceira, muitas vezes como se houvesse um corpo estranho na região do olho.

Além disso, normalmente os cílios ficam cobertos de “flocos” de secreção dessas glândulas, em uma aparência semelhante à caspa. Em alguns casos, os cílios podem cair com mais facilidade devido a essa inflamação.

As piscadas também ficam mais frequentes e a pálpebra começa a ter mais aderência, “grudando” por mais tempo e com mais facilidade. A sensibilidade à luz e o lacrimejamento completam o quadro de possíveis sintomas.

blefarite

Quais são as causas?

Essa inflamação é causada por uma atuação incorreta das glândulas de gordura que ficam na região da pálpebra. Quando há um descompensamento, a produção gera um acúmulo de secreção, o que leva à inflamação.

Embora ainda não se saiba exatamente o que causa essa inflamação, condições como alterações hormonais, infecção bacteriana, caspa no couro cabeludo e sobrancelhas e alergias diversas são as causas mais comuns.

Como é feito o tratamento?

O tratamento deve ser feito exclusivamente por um oftalmologista, já que a blefarite pode estar associada a outros problemas de visão ou mesmo mascarando outras condições.

Dentre os tratamentos mais comuns estão a higienização constante da área afetada, o que deve ser feito com xampu neutro e água morna. Também pode ser necessário fazer a aplicação tópica de pomadas, inclusive as bactericidas, e utilizar lubrificantes oculares.

Dependendo, também é possível aplicar calor na região das pálpebras para eliminar as secreções mais facilmente, mas é importante que o tratamento seja feito até o final para evitar que o problema continue acontecendo.

Além disso, também é necessário buscar, dentro do possível, as causas da inflamação, de modo a eliminá-la de maneira definitiva.

A blefarite é caracterizada por uma inflamação das pálpebras e embora não cause danos permanentes à visão deve ser tratada adequadamente. As causas ainda não estão completamente esclarecidas, mas dermatites e infecções podem se relacionar a essa inflamação, exigindo um tratamento tanto da patologia em si quanto da sua causa.

Você já sofreu com esse problema? Ficou com alguma dúvida? Comente e participe.

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×