Como identificar a conjuntivite viral?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

como identificar a conjuntivite viral

Você sabia que a conjuntivite é uma das doenças oculares mais comuns? Ela consiste em uma inflamação da conjuntiva, membrana que reveste a parte da frente do globo ocular e o interior das pálpebras. Existem diferentes tipos de conjuntivite e cada um deles demanda cuidados diferentes. Por isso, é muito importante saber como identificar a conjuntivite viral.

A viral é o tipo mais comum e a mais contagiosa. Nesse sentido, o paciente sente muito incômodo nos olhos, que ficam bastante vermelhos. Além da viral, existem também as conjuntivites causadas por bactérias, alergias e agentes tóxicos.

É possível diferenciar os tipos com base em alguns sintomas, mas o ideal é buscar ajuda de um oftalmologista especialista, para que o melhor tratamento seja indicado. Afinal, saber como identificar a conjuntivite viral é essencial para evitar que você transmita a doença para outras pessoas. Veja, abaixo, algumas dicas que reunimos para você.

Como identificar a conjuntivite viral

O paciente com conjuntivite viral geralmente fica com os olhos bastante avermelhados e sente muito incômodo. Além disso, sai uma secreção esbranquiçada dos olhos e as pálpebras aparecem grudadas quando a pessoa acorda. Outros sintomas da doença são:

  • Coceira;
  • Sensação de areia nos olhos;
  • Dor ao olhar para a luz;
  • Visão borrada;
  • Pálpebras inchadas;
  • Olhos lacrimejantes.

Uma das características da conjuntivite, independente se ela for viral ou não, é que os sintomas aparecem em um dos olhos e depois de alguns dias o outro é contaminado.

como identificar a conjuntivite viral

Como ocorre a transmissão da doença

No caso da conjuntivite viral, ela pode ser transmitida pelo contato direto com as mãos, com a secreção ou com objetos que a pessoa com a doença tenha contaminado. Por isso, é preciso evitar usar acessórios de maquiagem de outras pessoas, compartilhar a mesma toalha ou coçar os olhos com as mãos sujas.

Além disso, se você estiver com conjuntivite viral é preciso evitar aglomerações, lavar sempre as mãos antes e depois de tocar em qualquer objeto e não coçar os olhos. É importante também utilizar toalhas de papel para enxugar o rosto e lembrar de trocar as fronhas dos travesseiros diariamente, enquanto estiver com a doença.

Diagnóstico precisa ser feito com especialista

Como identificar a conjuntivite viral não é uma tarefa tão fácil, o ideal é que você busque ajuda médica para ter certeza do seu diagnóstico. Você não deve utilizar colírios sem receita, pois a automedicação pode trazer consequências graves para sua saúde ocular.

A verdade é que no caso da viral não existe um tratamento específico. O tratamento, no entanto, leva de 15 a 20 dias para que os sintomas da doença desapareçam por completo. Uma das principais recomendações é limpar os olhos com soro fisiológico gelado, fazer compressas para aliviar os sintomas e usar colírios lubrificantes se for necessário.

Entendeu como identificar a conjuntivite viral? Agora que você já sabe, fique alerta caso desconfie de algum sintoma. Quanto mais rápido você se consultar com um oftalmologista melhor e evita de passar a doença para outras pessoas. Acesse nosso blog para ler mais dicas de como cuidar da saúde dos seus olhos!

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×