Confira quais as doenças dos olhos mais comuns em cada fase da vida

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

doenças dos olhos

É normal e até esperado, que em algum momento da vida, sejamos acometidos por doenças dos olhos. É raro alguém passar imune pelos menos sem sequer notar uma dificuldade para enxergar após os 40 anos.

É natural que, conforme o tempo passa, estejamos sujeitos a problemas específicos por conta da idade. Quando mais jovens, a ocorrência de alguns problemas é mais comum, quanto mais velhos, outros.

Para conhecer quais são esses problemas em qual faixa etária se apresentam, veja a lista abaixo!

Recém-nascidos e 10 anos

Nessa fase é importante observar a criança e levá-la ao oftalmologista caso haja alguma alteração no teste do olhinho, feito na maternidade. Quanto mais cedo são diagnosticados problemas congênitos, mais chances de o tratamento apresentar bons resultados.

Ao longo do desenvolvimento da criança já será possível notar a presença do estrabismo e outras doenças dos olhos. Não espere chegar até a fase escolar para diagnosticar problemas como miopia, hipermetropia e astigmatismo.

Nessa faixa etária, cirurgias para casos mais graves podem ser recomendadas. Na maioria dos casos, o uso dos óculos e tampões pode resolver o problema.

Entre 10 anos a 20 anos

É quando se manifestam os problemas que tendem a se prolongar ao longo da vida adulta. É possível que com o ritmo mais acelerado de estudos e outras atividades, alguns pacientes venham apresentar miopia, astigmatismo, hipermetropia ou outras doenças dos olhos.

Como nessa faixa etária a fala e a organização das ideias são mais elaboradas que nas crianças menores de dez anos, o diagnóstico é mais fácil de ser concluído.

Esse período é decisivo para os pacientes que apresentam, por exemplo, ceratocone. O afinamento da córnea que pode levar a cegueira se manifesta entre os 15 e os 25 anos. Se não tratado, o paciente irá perder a visão.

doenças dos olhos

Entre 20 anos e 40 anos

Uma vez diagnosticado seu problema, visitas regulares ao oftalmologista são necessárias. Nessa fase, é bem possível que seu grau sofra diversas alterações ao longo dos anos. Geralmente, com 21 anos ou um pouco mais, seu médico decida que a cirurgia pode ser bem-vinda, dependendo do seu caso.

Se você possui pessoas na família com glaucoma e outras doenças dos olhos que podem ter fator genético, é bom alertar seu médico para que seja mantida uma rotina de exames a fim de descartar esse diagnóstico para você.

Se você chegou até essa faixa de idade sem apresentar sintomas de nenhuma das principais doenças dos olhos, fique atento às dores de cabeça, sensações de ardência nos olhos e outras queixas. Pode ter chegado o momento de uma visita ao oftalmologista.

Doenças nos olhos a partir dos 50 anos

O envelhecimento pode ser um grande vilão para a saúde dos olhos. Se você possui outras doenças pré-existentes com diabetes, colesterol alto e hipertensão, você tem mais chances de sofrer com doenças dos olhos nessa idade.

Mesmo sem nenhum de fator de risco, ainda assim, é possível que a degeneração natural do organismo te traga algumas surpresas nada agradáveis. O glaucoma e a catarata são as doenças mais recorrentes. Há também a degeneração da mácula pela idade e outras que possam surgir. Visite seu oftalmologista de seis em meses e refaça os exames periodicamente.

Se tiver alguma dúvida sobre como as doenças nos olhos podem se manifestar ao longo dos anos, procure um oftalmologista. Pense que você pode prevenir danos aos seus olhos e mudar o curso de sua história.

 

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×