Dor de cabeça x enxaqueca: entenda as diferenças

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

enxaqueca

Ainda que aconteça sem motivo aparente, uma dor na cabeça é sempre causa de incômodo e, algumas vezes, de preocupação. Embora pareça que todas sejam iguais, essas dores podem se dividir em quadros diferentes que variam de acordo com a intensidade e frequência de ocorrência, por exemplo. Nesse sentido, dor de cabeça e enxaqueca estão entre as principais opções frequentemente confundidas e levadas como se fossem a mesma coisa.

Para que você não se confunda mais, entenda quais são as diferenças entre esses quadros!

As principais características da dor de cabeça

A dor de cabeça é caracterizada por uma sensação de peso que acomete toda a região. Quando acontece no final do dia, é chamada de cefaleia tensional e pode ser tanto um reflexo físico como psicológico.

Má digestão, falta de sono, excesso de estímulos, irritabilidade, estresse e doenças mais graves, como meningite, são apenas alguns dos motivos que podem fazer com que a sua cabeça doa. Problemas com a saúde dos olhos também podem gerar quadros como esse, já que o corpo precisa fazer um esforço maior para enxergar melhor.

Em geral, ela é facilmente eliminada com o uso de analgésicos e acontece de maneira mais pontual.

enxaqueca

As principais características da enxaqueca

A enxaqueca, por outro lado, é uma versão mais intensa da cefaleia. Nesse caso, ocorre uma dor pulsante que geralmente se foca em apenas um lado da cabeça. A sensação de dor é mais intensa e há quem até mesmo sofra com efeitos secundários, como náuseas e vômitos devido à intensidade da dor.

Outros sintomas associados a essa ocorrência são a fotofobia, a hipersensibilidade a sons e cheiros e até mesmo formigamento ou paralisia temporária de um dos lados do corpo. Sem medicação, uma crise do tipo pode durar até 72 horas de maneira ininterrupta.

O tratamento para esse tipo de dor também é mais intenso e pode exigir anti-inflamatórios, por exemplo. O quadro precisa ser diagnosticado por um profissional, que se baseia nos sintomas e também no relato do paciente. Em alguns casos, ela pode estar associada a outras doenças.

É possível dizer, portanto, que toda enxaqueca é um tipo de dor de cabeça, mas nem toda cefaleia é, necessariamente, assim tão intensa ou pulsante.

A importância de conhecer as diferenças

Dor de cabeça e enxaqueca devem ser reconhecidas como duas condições diferentes pelo fato de que somente assim é possível identificar corretamente as causas e tratar de maneira adequada.

Se a versão mais intensa é tratada como uma cefaleia, existe um subdimensionamento do problema, o que significa que embora haja esforços, eles não são efetivos. Se, por outro lado, uma dor é tratada como enxaqueca, o tratamento é muito mais intenso do que deveria ser.

Assim, a maior importância reside no fato de que somente é possível garantir segurança e qualidade de vida em relação a esses problemas se as diferenças forem observadas e identificadas corretamente para o tratamento adequado.

Embora digam respeito a dores no mesmo local, dor de cabeça e enxaqueca são bem diferentes entre si, principalmente em relação a intensidade, aos motivos e aos tratamentos. Enquanto a cefaleia é um problema mais comum e menos intenso, a segunda opção precisa de um tratamento mais específico de modo a garantir a qualidade de vida de maneira geral.

Você sofre ou já sofreu com algum desses problemas? Aproveite para comentar sua experiência.

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×