Conheça as especialidades da oftalmologia

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

especialidades da oftalmologia

A oftalmologia é uma das especialidades dentro da medicina. Para se formar, os oftalmologistas são, primeiramente, médicos. Assim como em qualquer outra especialidade, eles recebem a formação em medicina e depois, durante a residência, determinam o que pretendem cursar como especialidade. Aqueles que escolhem a oftalmologia, irão continuar os estudos tendo como foco o tratamento e a prevenção de doenças que acometem os olhos e todos os aspectos de seu funcionamento.

Assim como outras áreas da medicina, a oftalmologia se divide em especialidades distintas. Para saber um pouco mais, listamos abaixo as principais especialidades da oftalmologia e quais seus focos. Conheça!

Como se dividem as especialidades da oftalmologia

Para entender um pouco melhor como acontece essa divisão, é preciso saber que os olhos são sistemas complexos e que possuem diversas pequenas áreas. Se um oftalmologista se torna especialista em uma determinada área, ele será capaz de identificar e tratar o paciente da melhor maneira, e se necessário, encaminhar para um especialista correto. Porém, ele só conseguirá saber identificar se o paciente poderá ou não ser atendido por ele após um exame detalhado.

Supondo que um paciente hipermetrope chegue à um oftalmologista e, durante os exames de rotina é descoberto um tumor em um dos olhos. Caso ele não seja especialista em oncologia ocular, ele deverá encaminhar o paciente para esse especialista. Só assim o paciente receberá o tratamento mais adequado para o seu caso específico. Então, a partir desse tipo de necessidade, são dividas as especialidades da oftalmologia.

especialidades da oftalmologia

Quais as especialidades da oftalmologia e que doenças abrangem?

É possível dizer que há especialidades da oftalmologia que se dividem conforme a região dos olhos a serem estudadas. Os especialistas em Segmento Anterior, são responsáveis por se aprofundar em doenças como a catarata, o glaucoma e problemas na córnea, que abrangem, o ceratocone, a miopia, o astigmatismo e a hipermetropia. Já os especialistas em Segmento Posterior são responsáveis por tratar doenças como degeneração macular, retinopatia diabética, descolamento de retina, buraco macular e uveítes.

A especialidade em Plástica e Vias Lacrimais trata de problemas relacionados às deformidades e anormalidades das pálpebras e do sistema lacrimal, que podem ser desde simples obstruções e infecções das vias lacrimais, como doenças que exigem mais cuidados e, em alguns casos, intervenções cirúrgicas, como:

  • Tumores palpebrais;
  • Blefaroespasmo (piscar involuntário das pálpebras);
  • Ectrópio (pálpebra virada para fora);
  • Entrópio (pálpebra virada para dentro);
  • Dermatocálase (excesso de pele palpebral);
  • Ptose palpebral (pálpebra caída).

Há especialidades que não tomam como pauta a região do olho a ser tratada ou onde a doença se manifesta. Como é o caso da Oncologia Ocular, que trata tumores oculares. Assim como a Oncologia dentro da medicina, ela não se restringe a regiões determinadas dos olhos, tratando o sistema como um todo.

A Neuro-Oftalmologia também segue esse caminho, tratando doenças oculares que estão relacionadas a alterações do nervo óptico e da movimentação ocular ligadas ao comando cerebral. Entre os principais diagnósticos estão as neuropatias (distúrbios que envolvem toxicidade ou isquemia do nervo óptico) e as neurites (condições inflamatórias ou desmielinizastes do nervo ótico).

A Oftalmopediatria é a única das especialidades da oftalmologia que estuda as condições levando em conta a idade do paciente. Entre as principais doenças abrangidas por ela estão o estrabismo (congênito ou não), a catarata congênita, o glaucoma congênito e retinopatia da prematuridade. Outra especialidade que trata condições congênitas é a Visão Subnormal, que atende pacientes que sejam portadores de baixa visão e, geralmente, possuem doenças degenerativas da retina ou glaucoma.

Para saber qual especialista visitar, é preciso visitar primeiro o oftalmologista geral. Ele, assim como um clínico geral, é capaz de identificar os principais sintomas e, a partir disso, encaminhar o paciente para o especialista correto.

Quer saber mais sobre as especialidades da oftamologia? Visite nosso blog e leia as dicas sobre como tratar e prevenir doenças nos olhos.

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×