Inflamação nos olhos: conheça as 4 principais causas

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

 

inflamação nos olhos

Os olhos são órgãos extremamente sensíveis e igualmente importantes para os seres humanos. Por isso, não é preciso muito para que eles sejam atingidos por vírus, bactérias ou até mesmo fungos e fiquem doentes. A verdade é que alguns comportamentos inadequados podem ser responsáveis por condições graves da saúde e que devem ser tratadas com atenção.

Adquirir informações sobre a própria saúde e o funcionamento do corpo é o primeiro passo para evitar quadros assim. Por isso, conheça agora as 4 principais causas da inflamação nos olhos.

1. Conjuntivites: inflamações na conjuntiva por vírus, bactérias ou alergias

A conjuntivite é talvez a inflamação nos olhos mais conhecida entre as pessoas. Ela pode acontecer por três motivos: vírus, bactérias ou alergias. Nos dois primeiros casos, ela é transmitida por outros pacientes infectados que entram em contato com as pessoas. Muitas vezes o contágio acontece antes mesmo que o paciente saiba que está doente ou depois que os sintomas desapareceram. Já a conjuntivite alérgica é provocada por algum agente externo que desperta no organismo a necessidade de se defender. Pode ser por maquiagem, produtos cosméticos, químicos ou até contato com ácaros, dependendo das alergias de cada pessoa.

2. Terçol: inflamação nos olhos e os tratamentos da vovó

O terçol é extremamente comum e pode desaparecer sozinho em alguns casos. Ele é a inflamação das glândulas das pálpebras e pode ser extremamente incômodo. Por se manifestar muitas vezes ao longo da vida de alguns pacientes, existem diversos mitos que circundam o tratamento dessa inflamação. Por exemplo, aquele que diz que passar um anel quente na ferida a faz curar mais rápido. Antes de colocar um metal quente nos olhos e arriscar piorar a sua situação, consulte um médico oftalmologista e siga as orientações do profissional.

inflamação nos olhos

3. Uveíte: os olhos vermelhos e inflamados

A uveíte é uma inflamação que atinge a íris e o corpo ciliar, que são os pequenos vasos sanguíneos que irrigam os olhos. O principal sintoma é a vermelhidão excessiva nos olhos e ela não passa com o tempo, como os olhos vermelhos de sono, por exemplo. Ela pode ser provocada por um trauma, como o contato com substâncias estranhas aos olhos. Ou ainda como consequência de uma doença infecciosa, como a toxoplasmose, a herpes, a tuberculose e até a sífilis. Por isso, se você suspeita de que está com uveíte, procure a ajuda de um médico para entender as causas dessa doença.

4. Lentes de contato: má higiene pode provocar infecções

Quando um paciente começa a usar lentes de contato, o primeiro ponto que o médico oftalmologista reforça veementemente é sobre todos os cuidados com a higiene delas. Isso porque as mãos e as próprias lentes se transformam em veículos que podem levar bactérias e corpos estranhos diretamente para o globo ocular. Basta um rápido contato para desenvolver uma inflamação nos olhos bastante grave.

Contrair uma inflamação nos olhos não é como lidar com uma doença trivial, como um resfriado, por exemplo. Ela deve ser acompanhada de perto por um médico ofltamologista, que identificará a causa e recomendará o melhor tratamento para o seu caso. Por isso, ao menor sinal de inflamação — como dor, vermelhidão e calor no local — marque uma consulta de emergência e cure-se rapidamente.

Você já teve alguma dessas inflamações que mencionamos? Compartilhe a sua experiência nos comentários!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×