Oftalmologista: quando visitar?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

oftalmologista

Você é daqueles que só vai ao oftalmologista quando não consegue mais enxergar tão bem quanto antes ou quando as letras estão ficando bastante embaralhadas? Saiba que o oftalmologista merece a sua visita com mais frequência do que aquelas para corrigir os erros refrativos como miopia, astigmatismo ou hipermetropia.

Confira, a seguir, quando você deve visitar o oftalmologista.

Bebês recém-nascidos

Tão logo que o bebê nasce ele deve ser consultado por um oftalmologista. O “Teste do Olhinho” é fundamental para avaliar se a saúde ocular do bebê está em dia. Esse teste é um exame de fundo de olho que pode detectar precocemente diversas alterações oculares.

Crianças

Geralmente as crianças não conseguem identificar problemas de visão por elas mesmas. É preciso a atenção constante dos pais no comportamento delas, além de levar ao oftalmologista uma vez por ano para verificar como anda a saúde dos olhos das crianças. Além da visita de rotina, observe as crianças e dê atenção em certas situações como:

  • a criança está apresentando mau desempenho nos estudos;
  • a criança está reclamando constantemente de dores de cabeça;
  • a criança apresenta coceiras ou sinais de vermelhidão e irritação nos olhos.

Nesses casos, a visita ao oftalmologista deve ocorrer quanto antes para diagnosticar o que está acontecendo e prescrever um tratamento adequado para a criança.

oftalmologista

Quando os adolescentes devem visitar o oftalmologista?

Muitas vezes os adolescentes negligenciam problemas de visão buscando evitar utilizar óculos ou lentes de contato. Entretanto, a visita ao oftalmologista deve ser pelo menos bianual ou tão logo que apresentados os seguintes sintomas:

  • dor de cabeça constante;
  • dor de cabeça desconhecida;
  • ardência nos olhos;
  • olhos secos;
  • lacrimejamento constante dos olhos.

Há também os casos em que os adolescentes desejam parar de usar óculos. Nesses casos, a consulta ao oftalmologista é fundamental para avaliação para fazer a cirurgia e, em caso positivo, após a cirurgia deve-se fazer o acompanhamento com o médico.

Adultos e idosos

Os adultos e idosos costumam negligenciar a saúde dos olhos, o que pode custar problemas de visão sérios como cegueiras precoces, glaucomas, dentre outras doenças oculares. Desse modo, principalmente se há casos hereditários de doenças oculares, a visita e acompanhamento do oftalmologista devem ser anuais. Além da rotina, adultos e idosos devem ir ao médico nos casos de:

  • cansaço na vista;
  • embasamento da visão;
  • verificação de glaucoma;
  • exames de fundo dos olhos.

Em alguns casos, adultos também querem fazer a cirurgia corretiva da vista para pararem de usar óculos ou lentes de contato. Desse modo, a consulta com o oftalmologista é fundamental para avaliar a possibilidade da cirurgia e, em caso positivo, após a cirurgia, fazer o acompanhamento anual para verificar a saúde ocular e possível progressão dos erros refrativos.

Você pode perceber que, para além das situações totalmente necessárias como visão embaçada ou dores e irritações nos olhos, a visita ao oftalmologista deve ser regular, pelo menos de dois em dois anos quando se tem a saúde ocular perfeita. Negligenciar a saúde dos seus olhos pode trazer consequências sérias no futuro, como cegueira precoce, que poderia ser facilmente evitada se prevenida no tempo certo.

E você? Com qual frequência consulta seu oftalmologista? Compartilhe conosco suas experiências deixando seu comentário aqui.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×