Qual é a doença de não enxergar de longe?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

doença de não enxergar de longe

Não conseguir ler um cartaz que está distante, não reconhecer conhecidos de longe ou mesmo ter dificuldade em ver a TV no outro canto do cômodo são problemas relativamente comuns para muitas pessoas. Isso se deve à dificuldade em reconhecer os objetos que estão distantes, o que pode ser causado por condições variadas.

Como esse não é um estado natural do organismo, é necessário conhecer qual é a doença de não enxergar de longe. Para saber mais sobre isso, continue lendo e veja o que é preciso conhecer do tema.

A miopia é a principal doença de não enxergar de longe

Quando se fala em não conseguir visualizar objetos que estão à distância, a miopia é uma das primeiras doenças na qual as pessoas pensam. Ela acontece quando a córnea é muito curva ou quando o olho é muito longo.

Isso faz com que a imagem se forme antes da retina, gerando desfoque dos elementos que estão distantes. Quanto mais perto o objeto estiver, por outro lado, mais fácil é enxergar com clareza.

Esse é um erro de convergência facilmente contornado por lentes corretivas ou mesmo por uma cirurgia a laser, que ajuda a moldar a córnea.

O astigmatismo também gera esse efeito

Porém, não há somente uma doença de não enxergar de longe. Muito embora a miopia seja mais frequente, o astigmatismo também deve ser considerado.doença de não enxergar de longe

Ele acontece devido à dificuldade de focar as imagens pelo fato de a córnea não ter um formato totalmente esférico. Com isso, as imagens não se formam perfeitamente na retina e o resultado é a duplicação de objetos e a perda de nitidez.

Essa condição gera dificuldade para ver tanto de perto quanto de longe, exigindo lentes corretivas ou, em alguns casos, cirurgia a laser. Porém, é importante ter atenção, porque ela pode estar associada a quadros mais graves e degenerativos, como o ceratocone.

As condições crônicas não devem ser descartadas

Por falar em casos crônicos, eles não devem ser desconsideradas. Em geral, eles não têm a ver com o formato da córnea, mas afetam o funcionamento da estrutura ocular, gerando dificuldade de distinguir itens.

A degeneração macular relacionada à idade (DMRI), por exemplo, dificulta a acomodação visual em ambientes com pouca luz, gerando o desafio de ver de longe e em áreas pouco iluminadas.

A catarata, por sua vez, torna a visão cada vez mais opaca e com uma “névoa”, o que também gera desafios em enxergar objetos de longe. Enquanto isso, o glaucoma diminui o campo visual e pode gerar perda total e irreversível da visão. Não menos importantes, há as retinopatias, que geram manchas e maior esforço para conseguir visualizar itens claramente.

Por isso, tais condições também podem ser as que geram esse problema para ver o que está distante. O tratamento, em geral, é mais complexo e a ajuda do médico especialista é muito necessária.

A doença de não enxergar de longe não é apenas a miopia. Há, ainda, o astigmatismo e os diferentes quadros, como retinopatias e outras condições crônicas. Por isso, ao experimentar esse sintoma, é fundamental buscar um oftalmologista para identificar precisamente a causa do problema.

Caso tenha alguma dúvida sobre alguma doença de não enxergar de longe, não deixe de comentar e de participar.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×