Remela nos olhos em excesso: como tratar?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

remela nos olhos em excesso

Depois daquela bela noite de sono, ao abrir os olhos, lá estão aquelas bolotas amarelas ou brancas no cantinho dos olhos. A remela, apesar de desagradável visualmente, é algo normal que o corpo produz, então, precisamos conviver com ela. Entretanto, se você está com remela nos olhos em excesso, daí precisa ter um pouco mais de atenção.

A seguir, você vai entender melhor o que é a remela e como tratar o excesso dela.

Como se forma a remela?

De uma maneira bem simples, a remela é uma espécie de sobra das lágrimas. Os olhos precisa produzir as lágrimas para poder lubrificá-los. Desse modo, a lágrima é formada, basicamente, por três componentes — uma camada de muco, uma camada líquida e uma camada gordurosa.

Na camada do muco é que ficam retidas as partículas de poeira e outros elementos estranhos aos olhos. Já a camada líquida contém o sal, proteínas e demais elementos fundamentais para a saúde da córnea. Por fim, a camada de gordura, que é a mais externa, tem a função de prevenir a evaporação da lágrima na superfície do olho.

Sendo assim, a produção das lágrimas é um processo constante que é espalhada pelo olho todo quando a gente pisca. O excesso desse fluido lacrimal é direcionado para o canto do olho, junto com a sujeira que o olho encontra. Entretanto, à noite as glândulas lacrimais reduzem a produção do líquido lacrimal, mas mantêm a produção do muco e da gordura. Daí a formação da remela.

remela nos olhos em excesso

O que significa remela nos olhos em excesso?

Você viu como é formada a remela e entendeu que é normal encontrá-la sempre pela manhã, ou ao longo do dia.  Entretanto, remela nos olhos em excesso demonstra que tem algo errado acontecendo nos seus olhos. Pode ser uma simples exposição a um ambiente mais empoeirado que está produzindo mais lágrimas para proteger seus olhos, ou pode ser uma infecção conjuntiva, como por exemplo, uma conjuntivite ou blefarite, ficando mais sério. Nesses últimos casos, é preciso consultar um oftalmologista para tratar esse incômodo e evitar problemas maiores com suas vistas.

Como tratar a remela nos olhos em excesso?

Se você está com remela nos olhos em excesso, observe a cor da remela e a frequência que você está precisando limpar os olhos. Uma secreção mais densa e amarelada pode ser sinal de infecção conjuntiva e o melhor a se fazer nesses casos é consultar o oftalmologista para receber o melhor tratamento.

Entretanto, se você está observando que essa produção em excesso pode ser por conta de uma gripe ou alergia, você pode tomar alguns cuidados que podem aliviar esse incômodo:

  • Mantenha seus olhos sempre limpos;
  • Utilize uma gaze ou uma compressa esterilizada com soro fisiológico ou chá de camomila frio para limpar os olhos;
  • Passe a compressa no sentido do canto do olho para fora, para não obstruir o canal lacrimal;
  • Lembre-se de utilizar uma compressa para cada olho, para evitar que, em caso de infecção, contamine o outro olho.

Se a produção de remela nos olhos em excesso continuar, ou com um aspecto diferente do que você já está acostumado, a visita ao oftalmologista é fundamental para trazer conforto e tratar esse incômodo.

Você já passou por essa experiência? Fez alguma coisa que ajudou a limpar os olhos e reduzir o excesso de produção de remela? Compartilhe conosco sua experiência deixando um comentário. Se você ficou com alguma dúvida, fale conosco! Podemos ajudá-lo.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×