Conheça os tipos de enxaqueca mais comuns

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

tipos de enxaqueca

Quem sofre de dor de cabeça sabe quem nem sempre elas são iguais e se manifestam pelo mesmos motivos. Segundo a Sociedade Brasileira de Cefaleia, 13 milhões de brasileiros reclamam desse tipo de dor ao menos 15 dias por mês, em todo o mundo, 40% das pessoas sofrem pelo menos de uma dor aguda de cabeça por ano.

As mulheres são as que mais apresentam a enxaqueca, são 80%, enquanto os homens representam apenas 20% desse público.

Entre os tipos de enxaqueca já estudados e descobertos pela ciência médica, o número já passa dos 200. Conheça os tipos de enxaqueca mais comuns e saiba quando é a hora de procurar um médico.

Dor de cabeça não é enxaqueca

É importante explicar que, mesmo com a confusão de conceitos, dor de cabeça é bem diferente de enxaqueca. Enquanto uma é uma dor concentrada apenas na cabeça ou em áreas muito próximas, como a nuca, a mandíbula e os seios da face, a enxaqueca vem acompanhada de intolerância à luz, ao barulho, vômitos e uma sensação de mal-estar generalizado.

Cefaleia tensional

Mais branda e mais comum entre os tipos de enxaqueca, a cefaleia tensional que vez ou outra somos acometidos. É a dor de cabeça que passa sem que seja necessário alguma consulta médica ou medicamento. Comum após um período de estresse, ou esforço da musculatura do pescoço é o tipo mais ameno, facilmente tratável.

tipos de enxaqueca

Cefaleia em salvas

Entre todos os tipos de enxaqueca, essa é a pior. Seus primeiros sintomas são percebidos nos olhos. Um dos olhos é acometido de uma dor muito forte, que pode ser percebida tanto na órbita quando no fundo dos olhos. É possível perceber a vermelhidão e o lacrimejamento instantâneos. Enquanto as cefaleias comuns demoram mais de uma hora para atingirem o pico da dor, a cefaleia demora menos de cinco minutos.

Outros sintomas que envolvem os olhos também podem ser notados, como queda da pálpebra, congestão ocular, obstrução nasal e coriza na área comprometida. As crises da cefaleia em salva podem surgir sem aparente motivo, mas perduram durante dias. É comum pacientes apresentarem relatos de uma a oito crises por dia. Só medicamentos específicos podem ajudar nesses casos.

Os problemas oculares e os tipos de enxaqueca

Após um período de esforço ocular, é comum que algumas pessoas apresentem dores de cabeça. Isso acontece pois possuem ametropias (hipermetropia e astigmatismo) não corrigidos com óculos ou lentes de contato. Essa enxaqueca se apresenta como uma dor forte na frente dos outros e desaparece após um período de descanso. Para solucionar a questão, a visita a um oftalmologista pode colocar um ponto final ao sofrimento.

No entanto, há o caminho inverso também, quando a enxaqueca também pode provocar alterações visuais, como embaçamento, visão de bolas cintilantes ou perda transitória de visão. Nesse caso, os sintomas são os clássicos da enxaqueca de aura, que são acompanhadas posteriormente da crise. Muita gente também acaba recorrendo ao oftalmologista, quando na verdade, o único especialista que pode ajudar é o neurologista.

Quer saber um pouco mais sobre cuidados com os olhos e como se prevenir de doenças oculares? Acesse nosso blog e confira diversas dicas.

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×